Pegando No Pé Dos Parisienses

Desembarquei em Paris alguns dias antes da final da Copa do Mundo em que Ronaldo atingiu o ápice como jogador de futebol e levou o Brasil ao penta. Só não atingiu o ápice como ditador da moda capilar. Diria até que ele atingiu o ridículo nesse quesito. Quem não lembra do Fenômeno naquela final com a cabeça raspada e uma pequena extensão de cabelo máquina dois (acho que é isso) logo acima da testa, que tinha a forma de um pequeno capacete? Felizmente a moda não pegou. Ainda iria levar uns bons meses naquela cidade, onde acabei permanecendo um ano, para descobrir que os franceses adoram abreviar frases e palavras. Em muitos casos, estas abreviações são compreensíveis e úteis, em alguns casos são extremamente irritantes. Exemplo: Qual a necessidade de transformar “bon apetit” em “bon ap”? Eu sei que a pergunta que vou fazer agora foge um pouco do tema em questão (abreviação), mas não custa: Qual a necessidade de dizer bom apetite a alguém? Outra abreviação horrorosa, mas não tão desnecessária quanto apetite, é “bon apr”, no lugar de “bon après-midi” (bom depois do meio-dia). Porém, gosto muito de “che pas”. Este substitui muito bem o famoso “je ne sais pas”.

 

Não levei uma semana para descobrir que os cachorros são tratados a pão-de-ló. Não é muito difícil se deparar com um labrador imenso, de pé e no meio da passagem de garçons e clientes, esperando pacientemente seus “pais” pagarem a conta de um restaurante chique no Septième (bairro nobre parisiense), tampouco melhores amigos do homem de menor porte mal educados e abusados que escalam o cliente buscando carinho e atenção durante a refeição. A propósito, como pode um cão vestir um casaquinho no inverno carioca e um outro da mesma raça não ser agasalhado no inverno parisiense?

 

Levei um dia para descobrir com os meus pais que encontrar um táxi em Paris é tão fácil quanto encontrar um escargot no Jardim Botânico. Se não bastasse isso, os taxistas parisienses, não sei por que motivo, não deixam ninguém sentar no banco da frente e despejam ali revistas, jornais, Cds, objetos, sujeira e até cachorros! Também não sei por que motivo eles não aceitam quatro pessoas no táxi. O máximo é três e não tem diálogo.

 

No lugar de “ups”, “ops” ou “opa”, eles usam “up là”. Eu, particularmente, falo “opa”. Este “là” deles com acento invertido é o mesmo que “aqui”. Apesar de estranho para nós brasileiros é só substituir uma palavra por outra: “je suis là”, “eu estou aqui”. O que não dá para entender é o “up” (pronunciam como os ingleses) e o “là” juntos. É como se alguém esbarrasse em você na rua e dissesse “opa aqui”.

 

Acabei de voltar de Paris e presenciei o “up là” mais irritante da minha vida. Enquanto o garçom colocava a calda quente de chocolate no meu sorvete, ele disse o “up” antes mesmo do sorvete escurecer e só foi dizer “là” uns três segundos depois. Olhei pro chão, fechei os olhos, apertei os lábios e respirei fundo. Bem fundo.

 

Meu padrasto leu um romance francês na adolescência onde um personagem acredita que sua amiguinha é “muito limpa” porque toma banho duas vezes por semana. É claro que eles melhoraram bastante nas últimas décadas, estão bem mais limpinhos, mas e o que fazer com os banheiros que não tem privada e os banheiros que não tem pia? Isso ainda é comum por lá. Então se você quer fazer um xixi em Paris, não basta perguntar “onde é o banheiro, por favor”, você deve perguntar: “onde eu posso urinar, por favor?”

 

torre-sena.jpg

Anúncios

Tags:

2 Respostas to “Pegando No Pé Dos Parisienses”

  1. Vanessa Says:

    MUUUUUITO BOM! A história do taxi é fantástica…pior era eu que não falo frances tirando as revistas do banco da frente e sentando na maior cara de pau. Eles quase tinham um treco!!!! Fala sério 2 taxis!!!

    Vc esqueceu do detalhe da bisnaga embaixo do suvaco xexelento e com futum…ng merece!!!!

  2. Bel Says:

    Dei muita risada….. Ha muito nao dava umas risadas gostosas…. Apesar do stress de final do semestre aki em Berkeley, consegui me destrair por uns 5 minutinhos…. Ja valeu…..
    Espero que venham + textos……
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: