O que fazer para escapar da lei seca

Agora com uma nova letra, um pouco maior – Arial, 13. 

 

Compre uma batina e um par de sandálias franciscanas. Coloque tudo numa sacola e deixe na mala do seu carro. No fim da night (balada, para os paulistas), aproveite que o estacionamento está vazio, já são quatro e meia da manhã, e troque de roupa ali mesmo. Tenho certeza que o único empregado dorminhoco do local, não vai se importar, além do que, você já pagou o preço fixo de dez reais na entrada. Coloque a calça jeans, a camisa e o tênis na sacola (é uma pena que você também tenha aderido à nova moda juvenil que rejeita camisa social e sapato na night – balada, para os paulistas) e deixe essa roupa fedorenta de cigarro debaixo do banco. Não se esqueça que um óculos de nerd para acompanhar seria muito bem-vindo. Caso você seja parado numa blitz, é só dizer que o dia foi bastante agitado:

         – Boa noite seu padre. Queira me acompanhar para fazer o teste do bafômetro.

         – Pois não – você responde, mal se agüentando em pé.

         – Senhor, o máximo permitido é 0,20 grama de álcool por litro de sangue e o senhor está com 1,20 grama. Lamento em dizer, terei que confiscar a sua carteira de habilitação.

         – Mas seu guarda, o senhor se esqueceu que eu sou um padre?

         – Sim, e daí?

         – E daí que na missa, a eucaristia é um dos ritos mais importantes. Para os católicos, é o momento em que o vinho se transforma em sangue de Cristo.

         – Sim, e daí?

         – O que estou querendo dizer é que faz parte do meu trabalho tomar um pouquinho de vinho nas missas e hoje o dia foi bastante agitado, ou seja, tive duas missas de sétimo dia, um batismo pela manhã, duas missas convencionais e dois casamentos.

– É verdade, seu padre. Tinha me esquecido dessa questão do vinho. Me desculpe.

– Está tudo bem seu guarda. Posso te chamar de seu Ramos? O senhor acredita que eu só declarei marido e mulher, no meu último compromisso do dia, às duas horas da manhã? É lógico que eles preferiam que fosse bem mais cedo, mas o problema é que quando me contrataram, eu já tinha agendado um outro casamento em Petrópolis. Como faziam questão da minha presença, pagaram o meu táxi e tudo. Eles amam o meu “speech”. Não é o máximo?

– Impressionante. Ainda mais para um jovem de apenas vinte anos. Estou vendo agora aqui na sua carteira de motorista, padre Henrique.

– Pois é.

 

 

– Queria que você me ajudasse aqui numa questão. Estou com uma certa dúvida.

– Pois não.

Tendo em vista que 50 ml de vinho, que é o que estou considerando para cada uma das cerimônias, corresponde a 0,14 grama por litro de sangue, como pode o senhor ter consumido 1,20 grama? Digo isso porque 0,14 multiplicado por sete (o número total de cerimônias que você teve no dia), é igual a 0,98 grama. Está faltando 0,22 grama.

– Bom, o restante corresponde a 0,20 grama que todo motorista tem direito por lei. 0,98 grama não conta porque foi a trabalho.

– Bom, tudo bem, faz sentido, eu acho. Mas mesmo assim, ainda está faltando 0,02 grama.

– Mas o senhor tem certeza que era mesmo 1,20 grama quando eu assoprei no bafômetro?

– Tenho certeza absoluta, seu padre!

– Entendo, entendo, confio no senhor. Mas você se importaria em fazer o teste mais um vez, só por desencargo?

– Desencargo?

– De consciência.

– Tudo bem, vamos fazer então.

         O novo teste deu 1,18 grama para espanto do seu Ramos, você está liberado. Esqueceram de dizer a ele que o organismo elimina 0,10 grama de álcool por hora. Logo, 0,02 grama de álcool é eliminado a cada 12 minutos – mais ou  menos o tempo entre o primeiro teste do bafômetro e o segundo. 

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: