A análise do perfil dos frequentadores de boate

Você já reparou que quando uma boate está um pouco mais vazia que o normal, muitas pessoas dizem que a noitada foi um fracasso, que o lugar não é mais o mesmo e que deveriam ter ido para a boate ao lado?

Pois é. A ausência de trinta pessoas num local escuro, fechado e barulhento pode desencadear uma série de decepções, como se isso fosse a coisa mais importante da noite.

Eu até entendo o lado dos homens e mulheres que vão a uma boate unicamente para beijar na boca. Em outras palavras, se tem pouca gente disponível para essa função, há de se convir que a night desses seres taradinhos não foi boa.

Mas e o que dizer das mulheres e homens que só saem pra dançar ou se divertir com os amigos? Por que diabos esses indivíduos precisam que a boate esteja cheia até o talo? Não basta que ela esteja mais ou menos cheia? (Veja que eu não estou falando de uma boate vazia, com 10 pessoas pastando pela enorme pista de dança. Concordo que isso é deprimente. Leia o troço direito. Se possível, releia o que eu escrevi. Obrigado.)

Refleti bastante no fim de semana acerca do perfil desses “bombantes dançarinos arrozes de boate” e cheguei aos seguintes motivos pelos quais eles preferem a discoteca cheia:

1) A fila do banheiro fica enorme: Nada melhor do que esperar trinta minutos para fazer xixi quando você está louco de vontade, não é mesmo?

2) O banheiro fede que é uma beleza: Tem coisa mais emocionante do que se sentir em pleno estádio Mário Filho num sábado à noite?

3) Mais gente pra dar toco: Para quem foi pra boate dançar, nada melhor do que perder metade do seu tempo se esquivando dos seres taradinhos. É ou não é?

4) Fila gigante pra pagar: Depois de dançar a noite toda e não se aguentar mais em pé, muito melhor pegar uma fila de uma hora pra pagar a conta do que ir direto pra casa. Pra mim isso é tão óbvio quanto o poder de criação do meio de campo da seleção brasileira. E pra você?

Anúncios

Tags:

Uma resposta to “A análise do perfil dos frequentadores de boate”

  1. Miss_LUNA Says:

    Oi querido. Faz tempo que não passo aqui no seu blog. Mas dessa vez vou te adicionar nos meus favoritos. Eu também adoro analisar o comportamento das pessoas na balada. Aqui no Vale do Paraíba tem uma grande danceteria conhecida como GORDO.. vários ambientes e por isso vários tipos de pessoas… é um ótimo lugar para observar os frequentadores. Bom… sucesso. Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: