Archive for the ‘sátiras de propagandas’ Category

A gafe do Mc Donald´s

7 de fevereiro de 2009

Depois do grande erro da L´Oréal Paris, publicado semana passada aqui no blog, agora é a vez do Mc Donald´s deixar a sua marca. O maior restaurante fast-food do mundo está veiculando no Rio de Janeiro um novo anúncio na TV no qual o sorvete vem acompanhado de “bolachas”.

Eles esqueceram que os cariocas falam “biscoito” e nunca “bolacha”, como os paulistas.

Anúncios

Foi aí que o Titanic bateu?

26 de dezembro de 2008

“Vários produtos Samsung foram congelados, ao vivo, em um Shopping Center e você deve acertar quando esse cubo de gelo tamanho família vai derreter por completo”.

Esta é a descrição da sensacional campanha promocional “Concurso Cultural Samsung – Natal Tá Quente, Tá Frio”. É uma pena no entanto que algumas “dicas quentes para as perguntas que você já deve estar fazendo” na seção “Esquentando o cérebro”, no hotsite da promoção, sejam tão ruins. Meus comentários estão em negrito.

– Qual o tamanho do cubo de gelo?
O cubo tem 4X4X3 metros, o que dá 42.400 litros de água. Isso mostra que nada mudou desde a sua infância: quem é bom em física e matemática tem mais chance de ganhar presente do bom velhinho.

Até parece que os meus amigos que tiravam 10 em física e matemática terão mais chances do que eu. Seguindo esse raciocínio, basta eu pagar umas quinhentas pratas pra um nerd com Phd em física e abocanhar os prêmios.

– Ele veio do Pólo Norte?
Sim. O gelo foi fabricado especialmente para o concurso. Sua origem é desconhecida, mas você pode ver o cubo de perto lá no Shopping Morumbi – SP.

Como ele pode ter vindo do Pólo Norte e a sua origem ser desconhecida? Juro que não entendi.

– Com quantos desse eu faço uma caipirinha?
E por acaso a gente tem cara de barman? Deixe para fazer um brinde quando você colocar todos os prêmios Samsung dentro do seu lar-doce-lar.

Gostaria de saber o nome da pessoa que elaborou esta pergunta, assim como o nome do ser que autorizou esta coisa ridícula – “com quantos desse eu faço uma caipirinha?”. Na moral, quem quer saber isso? Além do que, pra fazer uma (1) caipirinha é preciso 0,0000000000000000000000001% desse gelo, ou menos. Então a pergunta mais apropriada, neste caso idiota, seria: “quantas caipirinhas eu faço com esse gelo?”

Não, eu não acho que eles têm cara de barman porque eu nunca faria uma pergunta dessas. Além do mais, barman é pago para fazer drinks e não cálculos.

“Dentro do seu lar-doce-lar?”, – que intimidade é essa? Eu, hein!?

– Foi aí que o Titanic bateu?
Não, não e não. Pelo jeito, você anda perdendo aqueles documentários da TV. Mas não se preocupe: quem sabe não é agora que a felicidade bate na sua porta, hein? Vai lá e manda os cálculos.
Titanic? O que é isso? Eu pensava que a equipe responsável por essas perguntas era alcoólotra, por causa das caipirinhas, mas pelo visto eles tomam ácido.

O que eles querem dizer com “aqueles documentários da TV”?

Estou participando dessa promoção com milhares de pessoas, só uma vai ganhar e eles ainda pedem para eu não me preocupar? É claro que eu estou preocupado!

Observação 1: Me inspirei totalmente no site Antipropaganda para fazer este texto. Procurem no google este site, vale a pena.
Observação 2: O gelo da promoção já derreteu por completo e eu não ganhei.